domingo, 26 de dezembro de 2010

Feliz Natal e Ano Novo!

 Como de costume as minhas parabenizações de festas é cercada de novos pensamentos caros amigos.
 Desejo como todos desejam muita paz,saúde,grana e todas as coisas q se deve desejar nesse tipo de data.
 Logo conto-lhes q o fim desse ano é um alivio para mim,é o fim simbólico de um ano cheio de mágoas e tristezas.Por tanto não espero q 2011 seja bom....exijo!
 Chega de lágrimas e sofrimentos,não quero mais isso comigo,não quero mais q  tudo torne-se uma novela,daquelas mexicanas como ocorreu nesse ano maldito q passou.
 Não é uma revolta a minha é a penas o desejo humano de mudança,por mais ilusório q o seja!

 Não começarei o ano como gostaria,mas espero q o todo seja realizações ou apenas solução de problemas com os quais me conformo e com isso na entrada de 2012 eu possa em fim festejar de verdade cercada de amigos e entes queridos.

  Penso q o destino não me trouxe por mais q eu lutasse ao longo de meus 25 anos o q eu realmente almejava,apenas me trouxe uma pilha de peças as quais tento encaixar,algumas com algum sucesso outras não posso dizer o mesmo.
 Nunca somos o q imaginávamos q seriamos na infância ou mesmo na adolecencia,mas somos o q a criação q nossos pais e a sociedade nos dá.
Se vc é criado para ser um perdedor,vc o é!
Se é criado para ser um vencedor,vc o é!

Mas tudo isso pode e deve ser revertido á medida q vc queira. A mudança  por mais complicada q essa o seja.
Evoluir é palavra de lei no meu caderno ,esta infelizmente ainda é a minha situação actual.

Estamos em uma éra onde a inocência está perdida e ainda sim queremos ela e tentamos zelar sem sucesso.
Estamos em uma éra na qual não vejo a bondade humana como querem nos pregar.

Será q eu estou desacreditada e sem fé?
Pode ser.
 Minha alma sangra e isso não é um poema gótico.
 Alheas vamos ser francos góticos sofrem por antecipação...eu sofria e sofro por antecipação,logo juntando 2+2 nota-se sou bem isso mesmo.
 Mas quando se perde alguém...quando as coisas nunca entram num trilho real vc nota q a tristeza é algo constante.

 Minha onda pessimista deve terminar,marquei novamente um analista,espero q isso dê algum resultado dessa vez,não sei se a minha consiencia q ali naquele médico ao qual devo contar minhas doenças deve resolver algo,pois ele está ali por grana e não por se importar de fato por alguém.
 Mas já q minha fé abalada não me deixa seguir uma religião tento o entendimento da mente humana pelos olhos da medicina psiquiatrica.

 Logo escrevo o q deve sair disso.
 Espero q melhoras e um Blog menos triste e como menos questionamentos!

 Deixo aos meus amigos amados meus votos de um bom Ano-Novo!!

 Deixo tbm registrado q amo á todos,por mais q alguns me magoem constantemente,mas entendo q somos todos humanos logo devemos e podemos errar assim como o faço tbm.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Redes Sociais...

 Nos últimos dias tenho entrado com frequência em redes sociais,criei perfis fake e tudo q era possível apenas por pura e singela diversão,para acalmar minha inevitável falta de sono devido ao stress do meu dia á dia.
 Noto como o habitualmente o faço q homens e mulheres não se cansam em seu superficialismo,perdidos em tácticas de conquista medíocres e ainda sim se sentem diferentes dos demais.
 Homens tem suas manias de mostrarem-se por inteiro achando q isso faz com q nós mulheres assim gostemos mais dele...tolos digo eu...
Pecam pelo desejo excessivo afim de mostrar sua masculinidade medíocre!
 Mulheres são menos "agressivas" em suas tácticas...pensava eu...hahaha
Bom as q pesquisei apresentaram os mesmos comportamentos de apelo sexual,o q para mim é ainda pior,poxa pq tinham q aprender justo as coisas ruins dos homens?
 Pq hj em dia o cérebro não conta mais como uma arma de conquista poderosa?

 Afinal dizem os cientistas q o mais importante órgão sexual é o cérebro,bom sinto em constatar q as pessoas não o usam como deveriam.
 Cade o romance,as histórias ,os gostos  e o bom senso?

 Logo fico agradecida de já ter meu companheiro e não mais depender de posturas arcaicas de conquista.

Crianças aprendam a seduzir,mesmo na Internet isso ainda é possível!

Logo volto com mais noticias de meus "estudos" sobre esses seres infames q o somos!

Kisses Kids!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Voltando á CRIAR...Uma nova fase na arte e na vida!

 Hj depois de mais um dia stressante como de costume fiz observações interessante quanto aos "humanos" q me cercam....rs
 Notei o excessivo ego de alguns....e a excessiva falta de ego de alguns (incluindo a mim mesma...rs).
 Buenas começando pelo começo.

 Tenho uma conhecida ,não vou citar nomes,mas é apenas uma conhecida q sinceramente não tem dotes físicos,(pelo menos não para mim) e acabei conhecendo-a atráves de mais conhecidos ...(não amigos conhecidos apenas).
 Achei de inicio ela bem....hm...diferente ...mas logo notei seu égo q provoca certa inveja em algumas outras pessoas q conheço.
 Ela não é o tipo de mulher q costuma vestir-se,maquiar-se ou mesmo produzir-se com empenho,mas aonde passa chama atenção q de um modo q não sei explicar,pelo menos não sabia até a minha observação mais profunda quanto ao caso dela.
 Bem muitas pessoas me diziam ao pé do ouvido mas com o olhar fuzilante de pura inveja e das piores invejas possíveis :"Olha ela se acha...como pode feia desse jeito?"
Logo fui conversar com ela,ver o pq da inveja alheia e tbm por minha pura curiosidade.
Realmente ela é uma pessoa q para mim não acrescenta em nd,tem um pensamento limitado,mas no fim admiro-a como admiro alguns de meus queridos amigos por sempre se manterem num nível superior ao meu quanto á sua estima (mas meus amigos são lindos,diferente dessa moça...rs).
 Em fim ela me disse uma coisa q passei a pensar:"Não existem pessoas feias...existem pessoas sem alto-estima...existem pessoas sem pensamento positivo sobre sí mesmo....existem pessoas q simplesmente não se olham como deveriam,pois quem mais além de nós mesmos para nos dizer aos bérros como somos de um modo geral lindos por mais q os demais não o achem".
 Por fim essas palavras e muitas outras q complementeram essa conversa me fizeram ver.
 Me fizeram entender q somos todos belos á seu modo é lógico!

 Notei desde então a beleza nas pequenas e nas mais simples coisas e também pessoas é incrível como alguém conseguiu inserir isso na minha mente de um modo tão simples!

Lembrei-me tbm de um garoto q conheci a algum tempo atrás na Internet numa dessas minhas insónias doidas q era narcisista ao extremo,dizia-se apreciador da beleza e logo quando fui avaliar sua concepção sobre a tal "beleza" percebi o quão simples ele era em sua observação e como era sem graça!
 Após algumas conversas mais fiz questão de não tê-lo em meu msn,mas me serviu de lição q para quem aprecia a beleza "comum" são as mais fúteis e seu narcisismo é apenas uma grande mentira escondendo sua baixo-estima....e de baixo-estima eu entendo bem ,mas não sou narcisista...rs

 Logo a famosa frase,"Não existem mulheres feias" me veio á mente essa noite e ela tem muito fundamento ainda mais depois de conhecer a moça q iniciou essa minha nova fase.

Por fim chego ao ponto de partida ao titulo de minha pastagem atual á qual escrevo,estou começando a pensar em voltar a pintar,desenhar,criar!
 Recomecei meus projetos com a custumização de minhas próprias roupas afim de um experimento,procurar músicas para um projeto elétro ,comecei a desenhar pequenas coisas em pequenos pedaços de papel e passo á uma nova fase tbm na pintura usando todos os tipos de materiais inusitados,desde gliter á retalhos de papel e madeira juntamente com as minhas tintas predilétas isso sem contar meus inúmeros projetos pessoais de todos os géneros possíveis.
 Tudo é beleza meus amigos!
 Tudo é magnificamente belo!


Sim eu sinto q algo bom está por vir!

domingo, 21 de novembro de 2010

Tanta coisa para dizer!

Tive essa semana golpes quase mortais vindos de pessoas q não esperava...quase certeiros...direto ao coração.
 Tentei ferir outras pessoas.
 Mas acabei me ferindo ainda mais.
 As vezes a tentativa de cura acaba se tornando ainda mais fatal q a doença em sí.

Hj por fim senti a necessidade de falar para algumas pessoas o q sentia de fato e como as traições me traziam infelicidade,mas elas não estavam lá.
 Senti vontade falar á outras pessoas q a sua ausência me fazia uma pessoa pior...mas elas tbm não estavam lá...quase nunca estão...
 Não sei pq me sinto assim...tem sido algo constante ,tal vez pq se aproxime uma época de mudanças em todos os sentidos e eu...meu coração o esteja sentindo e eu esteja ainda mais sensível q o habitual.

 Pensei em escrever e-mails a algumas dessas pessoas,mas hj em dia poucos o lêem de fato e seria o mesmo q escrever em papel e queimar em seguida,ou seja,perda de tempo e sentimento.
Por fim optei por meu Blog pouco visitado mas q alivia-me a consiencia vez ou outra.
O choro "engolido" vai permanecer lá...como q sufocando-me...mas me nego a deixar q me vejam desta forma deplorável,acho q com a idade tbm estou me tornando orgulhosa até com isso,é quase patético.

 Tenho tanto a dizer á tantas pessoas,mas isso anda cada vez mais difícil para mim,pois observo outras pessoas e acho no mínimo triste o q elas se deixam passar,então formulo em minha mente mil frases e palavras a serem ditas mas elas permanecem em um mesmo lugar...meus pensamentos...verbalizar soa até ridículo em certas ocasiões,ainda mais q nd do o q imagino se concretiza.

 Pq vcs não estavam aqui quando queria lhes falar?
 Pq não pude lhes dizer algo do q realmente penso e sinto quando aqui estavam?
 De quem é realmente a culpa?
Devo usar algum tipo de punição como os antigos monges os faziam?Creio q não...rs

 Acho q vou fazer algum tipo de tratamento para q assim eu possa me comunicar melhor com as pessoas,ou tão breve me tornarei muda ou uma daquelas pessoas q só falam bobagens para se socializarem.



quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Momentos só meus.

Hj fiquei avaliando a minha existência do curto período de 2 anos para cá,faço essas reflexões seguidamente á procura de respostas q me façam entender meus próprios sentimentos.
 Ha quem diga q mulheres de um modo geral são complicadas,mas noto á cada dia q passa q todo o ser humano quanto ser pensante tem seus complicações.Tal vez a única diferença entre os sexos é q as mulheres exibem isso,demonstram afim de os outros á sua volta lhe ajudem a compreender algumas questães,fato é q ninguém o consegue pois todos tem pensamentos e angustias semelhantes ou piores.
 Ou seja ficamos em um circulo vicioso de questionamentos e sem qualquer resposta.
 Por fim cheguei á conclusão de minha auto avaliação.
 Não tenho concerto!!rs
 Não se assustem meus amigos,ainda não é uma carta deveras suícida...mas é q procuro pessoas q me entendam e q se elas me entenderam irei enxergar a luz no fim desse túnel sinuoso q é minha personalidade .
 Logo notei q sou ótima conselheira para as pessoas,gosto de  ouvi-las e isso não me gera problema algum,tbm dou minha opiniões pq de bons concelhos o inferno está cheio!
 Mas eu nunca,nunca encontrei alguém com a paciência ou com opiniões q me fizessem pensar:"Hmm sim tens razão!"
Acho q essa será uma busca impossível,pois tenho divergências em tantos assuntos alheios,e consigo compreender tão bem as pessoas q acabo esquecendo de mim própria.Fiz tbm uma conta de quanto tempo faz q não choro por mim mesma,sim pq meus choros,meus prantos vem nos últimos tempos ao pensar nos outros,(não q eu seja totalmente autrista ,estou bem longe disso),mas sempre choro por alguém,e a conta exata deu 2 anos e 9 meses....um pouco antes de meu pai falecer eu já havia começado a me rancar,trancar minhas lágrimas pq não acho necessário fazer isso para q os outros notem minha insuportável fragilidade.
 Tal vez isso seja o q chamem de amadurecimento,ou apenas uma forma tangível de controlar meus sentimentos e impulsos imprudentes ao máximo!
 Outra observação interessante é q ando esquecendo-me facilmente de algumas coisas,sempre me orgulhei de ser impecável nas lembranças,mas essa tem me faltado....e não...não sou maconheira ainda...rs
Tal vez mais uma arama de defesa.
Temo pelo dia em q vou estar tão armada e tão cheia delas q não mais poderei definir quem eu era debaixo destas armas ,estou tentando me corrigir o máximo q posso,mas não creio q me minha correção seja impecável,é como um escritor se auto editando.
Ele sempre vai achar q os detalhes,os menores q sejam serão relevantes para sua grandiosa história,por fim o q pode-lhe ocorrer é de seu grande sucesso ser um grande fracasso.Tal vez por isso exista e seja necessários os editores,tal vez eles sejam os grandes gênios literários.
 Preciso de editores tal vez.
 Frágilidade á qual detesto com todas as minhas forças.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Tem dias.........

 Tem dias q tudo dá errado,os últimos tem sido assim,nenhum plano ou mesmo uma vontade simples está dando certo.
Ainda para acrescentar a minha falta de sorte minhas redes sociais foram destruídas por idiotas ,o que deu muito trabalho em re-estabelcer pelo menos 1 delas,afinal faziam mais de 3 anos q á tinha.
 Mas as mudanças mesmo q á principio podem trazer coisas boas ,mas isso é só um achismo!
 E o tédio continua o mesmo ainda mais  q tenho entrado na Internet sempre na madrugada quando deveria eu estar em sono profundo,por fim nunca acho algum de meus amigos online o q é horrível,são horas vegetando na frente do computador sem ter em absoluto nada para fazer!
 Hj eu teria mias um de meus contos para postar,mas acho q não quero escreve-lo pois o desanimo é completo.
 É triste sofrer de solidão mesmo conhecendo tantas pessoas!
Mas não vou fazer "cena" de abandonada não,chega desse teatro...e tbm....,antes só do q mau acompanhada...o extremo de minha revolta infantil!rs

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Quer morrer?(Um conto sobre a dor )

Olá caros leitores e amigos,hj o dia foi bem chato,Porto Alegre mais estranha q o normal e os pensamentos e idéias me brotaram á mente como flores de primavera.
 Lógicamente como todos o sabem minhas idéias são sempre sentimentais extremas então por falta do q lhes escrever e sem mais delongas vamos ao conto desta noite fria de Outubro.


 Giulinna minha amiga tinha problemas.
Pelomenos era o q transparecia todas as vezes q nos víamos,quando alguém se afasta de mim ao ir para casa ou mesmo ir á algum lugar um sentimento forte me invade,as vezes é o sentimento(ou pressentimento ) é de q essa pessoa verei muitas e muitas vezes e as vezes é de ela sumirá na escuridão e se perderá de mim.
 Com Giu sentia isso,por isso pensava q meu instinto estava sempre se perdendo,mas certa vez eu acho q ele acertou em cheio,enquanto ela andava dando as costas para mim fiquei olhando seus passos rápidos e afoitos,e senti q essa seria a última vez q á veria,o acabou se confirmando,mas devemos começar esta história pelo começo.
  Eu e Giu (como todos a chamavam) nos conhecemos em uma destas rodas de amigos,acho q me apaixonei por ela assim q á vi,rosto rosado,olhos tristes mesmo quando ali sorria e cabelos longos loiros quase brancos q reluziam naquela noite,depois disso sempre no víamos e acabamos tornando-nos amigos quase inseparáveis.
Giu depois de um tempo começou á se abrir comigo e eu com ela pois tínhamos muitos pontos em comum,perguntei-lhe certa vez enquanto estávamos sentadas em uma escadaria pq ela sempre olhava as pessoas com tamanho medo,de tal forma q me parecia q estava prestes á chorar,contou-me ela então o seguinte:-Vejo as pessoas como monstros,classifico-as em 2 grupos,monstros q podem me ferir e monstros q vão me ferir,mas esses ferimentos não seriam mortais como os do primeiro grupo.
  Achei muitíssimo estranha essa comparação,mas dei uma risada gostosa ao final pq eu tbm as vezes imaginava algumas "anomalias" nas pessoas em q via na rua,mas isso eu fazia para rir quando estava sozinha escutando alguma conversa de ônibus quando ia para o trabalho.

 Após algum tempo,notei tbm q Giu era muito "azarada" ou mesmo "descuidada" ,ainda não sei bem,caminhávamos pelas ruas e quando ao atravessa-las eu muito cuidadosa q sou olhava para os dois lados ,observando o q e quem vinha em nossa direção,mas por alguma razão Giu sempre ficava para trás nesse curto percurso quase sendo atropelada diversas vezes,eu tbm ria disso achava q ela ficava encarando "seus monstros" particulares antes de seguirmos em frente e apenas se esquecia de me acompanhar em meus passos curtos e certeiros.
Passei sempre á pegar em sua mão depois de algum tempo,pois as vezes ela me assustava me fazendo soltar gritos extridentes de alerta para ela ou para o motorista q vinha em nossa direção,mas os "descuidos" não paravam ai.Giu tropeçava,deixava coisas caírem no chão ou mesmo chocava-se contra algumas paredes,ainda sim achava engraçado,pensava eu q ela queria ser engraçada ou chamar atenção,como uma criança carente,agora vejo....se o arrependimentos matasse...eu estaria morta!

 Fazia então 2 anos q nos conheçiamos,éramos unha e carne e eu sempre ou quase sempre lhe salvava de diversas maneiras mas aquele outono veio com alguns desgostos e transformou Giu em uma pessoa calada,não reconhecia minha amiga,seu tom de voz era baixo e sempre cuidadoso ,acho q com medo de errar as palavras e eram raras as vezes em q saíamos o q tbm estranhei bastante afinal sempre fui fã de ir nesses brechós da João Pessoa e ela era ótima companheira para isso !Logo passei a visita-la em seu apertado apartamento,ia todas ás quartas e sábados vê-la e sua aparência rosada e saudável sumia aos poucos.
 Uma noite sentadas em sua pequena sacada não me contive e lhe perguntei o q estava acontecendo ali de fato,era alguma desilusão amorosa?depressão?
Giu depois de um pequeno e saboroso sorriso me respondeu em voz baixa: "Nem uma coisa nem outra".
 Mas minha curiosidade não seçou e pedi-lhe para q se abrisse comigo q eu a entenderia q estaria com ela,minha amante,meu amor ,minha vida ,meu desgosto!!
 Dói-me contar as palavras q escutei naquela noite,dói-me lembrar e sinto até as veias de minha testa se sobre sairem tentando evitar o choro dolorido q isso me trás.
Giu começou-me a contar a seguinte história:

 "Sempre achei q não pertencia a este mundo,sempre tive medo um medo tão intenso e significativo para mim q me fazia ao em vez de andar correr,mantinha minha vida meus pertences todos em seus lugares,lugares perfeitos milimétricamente calculados e limpos,mas o medo de essas coisas saírem de lá me fazia checa-las de tempos em tempos.
Deveria ser um transtorno pensava eu fui á algum psiquiatra e ele então me deu seus remédio mais caros,estava tudo resolvido alegremente pensei!
 E resolvido ficou durante algum tempo,mas depois disso outra coisa substituiu esse meu perfeccinismo,eu tinha medo de mim,ao olhar para o espelho via ali uma criatura apática sem brilho algum no olhar e decidi de uma vez por todas morrer.Tentei então de todas as formas a morte,cortei os pulsos,enforquei-me e até uma arma comprei certa vez.Mas todos os "métodos" não foram eficazes e por fim acabei desistindo desta saída destriunfal da terra.
 Passei a amar a vida,todos os cheiros,os sabores,os amores,os sexos ,a dor,o prazer ,a alegria e mesmo a tristeza.Estando ao seu lado minha amiga tudo era perfeito,mas tudo parecia naquela época querer me matar,tú sabes bem disso quantas vezes não me gritou com pavor "Sai daí Giu quer morrer garota?" e eu sem saber nem do tú falavas até então sai correndo .
Imaginei q essa falta de sorte pudesse ser bobagem da minha cabeça,mas não é !
 Nos últimos meses os sentimentos q me faziam felizes passam a me atormentar,os cheiros não são mais novas descobertas,os sabores não são mais prazerosos,os amores....bom esses eu nem mesmo sei se eram reais ,o sexo é apenas sexo sem qualquer tipo de valor para mim ,a alegria me parece fútil a tal ponto q tenho vontade me bater quando em meu rosto meus lábios tencionam sorrir e o pavor o pavor me consome.
Parece um animal q me devora de dentro para fora,corroendo-me as viceras de forma lenta e dolorosa,minha voz dói-me parece-me um som terrível e ensurdecedor ...tenho vontade gritar,chutar,xingar e bater mas não posso algo me aprisiona!
Algo me corrói!
Me faz vitima de algo terrível!"
 Sai da casa de Giu com pensamentos e questionamentos ainda maiores do q antes e naquele momento foi perceber em suas palavras q não me amava!
Sim meu egoísmo me fez ficar cega!
 Fiquei alguns dias sem Giu em minha vida,digerindo as palavras daquela noite!
 Queria com todas as minhas forças q ela me amasse e eu lhe retribuiria com todo cuidado e felicidade q pudesse,lhe daria a vida!A minha vida!
 Depois de algum tempo já querendo me acostumar q eu sempre á amaria sem q ela quisesse á procurei novamente,fui á sua casa,bati á porta desesperada com medo...com saudades....com lágrimas!
Mas ela não estava lá,nos perdemos durante algumas semanas.
 Eu sentia um vazio,uma falta,uma perda mas não chorava por isso.

 Finalmente depois de muito tempo (tempo demais para mim),re encontrei Giu,estava de novo com a pele rosada e parecia feliz ,mas seus olhos....seus olhos....tinha algo estranho neles.Acho q fiquei tão extasiada com sua imagem q não quis creditar q algo estava estranho naquela noite.
 Giu propôs q caminhacemos o q aceitei com gosto,queria lhe contar ,lhe fazer perguntas e tocar sua pele por "acidente" por milésimos de segundo afinal isso me gerava uma extasie inimaginável.Giu contou-me q estav novamente se sentindo bem,q tinha encontrado alguém q estava feliz q o mundo era maravilhoso novamente e q eu ...eu era sua amada amiga....sim ela me amava...mas não como eu desejava,mais uma vez fiquei em êxtase e parecia q o paraíso era ali!
 Então ela interrompeu nossa caminhada e nossos risos,dizendo-me q estava atrasada q tinha de voltar para casa pois deveria encontrar-se com seu amado,para mim foi o fim de todo aquele paraíso,mas ela notando minha imensa decepção marcou para q tomássemos café com "espuminhas" como ela gostava de chamar na cafetaria da frente de minha casa o q me fez sorrir e olhar seus olhos q me esfaqueavam com promessas de estar ali para sempre.
 Giu minha doce amada saiu apressadamente,rua á cima e o sentimento de perda e de q nunca mais á veria voltou forte,mas como eu disse sempre sentia isso e não liguei de fato,naquele momento e novamente dói-me dizer desejei q ela morresse em meu braços dizendo q me amava ,uma cena quase Shekespeareana.
 No dia seguinte esperei-a no café,mas ela não chegou ,pensei á principio q ele estivesse atrasada como sempre,mas decidi não mais esperar e subi para meu apartamento,fiquei olhando para o café na esperança de vê-la chegar sentar e me esperar até q eu descesse rapidamente para lhe dar um forte e estalado beijo na bochecha e tirando os longos cabelos do rosto magnifico dela afim de um motivo só para toca-la.
 Logo ela apareceu na rua andava como sempre distraída dei um grito longo e ela finalmente me viu esboçando um sorriso largo como eu numa havia visto antes,fiquei olhando para ela como uma tola e neste momento algo á tirou de subto de meu campo de visão ,demorei a crer ela estava no chão,levei as mão frias á boca quase gritando mas o grito não saiu ,fiquei em choque e desejava q ela estivesse bem,vi as pessoas parando de subto na rua e olhando para ela e neste momento desci as escadas correndo para chegar á ela .
 Sentei no asfalto quente de sol ao seu lado e peguei sua mão olhando fixamente para seu lindo rosto,pedi q continuasse acordada e olhando para mim pois o socorro chegaria logo,Giu começou a desfalecer lentamente a névoa de seus olhos na noite anterior não estavam mais ali,e Giu sussurrou bem baixinho  algo enquanto me olhava segurando sua mão ,não escutei o q ela me disse e pedi q ela me repetisse,aproximei o ouvido de sua boca afim de escuta-la mas nenhum som me veio exceto uma respiração fria ....o suspiro....á o suspiro ....o último.
 Ela não estava mais ali jazia morta á minha frente a minha flor estava despedaçada,suas pétalas sem vida,abracei-me a ela de tal maneira q nem 2 homens conseguiram me fazer desgrudar dela,beijei-a como sempre desejei nas minhas noites solitárias enquanto olhava nossas fotos.

 Vocês devem imaginar q eu estava sofrendo não é?
 Mas não estava.
 Eu á beijei como nunca antes senti seus lábios,seu calor esvaindo para dentro de minha boca, toquei seus cabelos...á tive em meus braços como nunca antes ,senti cada articulação dela naquele momento naquela exato momento,aquilo era o céu era a realização de um sonho....

Devo confessar-lhes meus amores foi o dia mais feliz de minha vida!!!
Nunca mias senti a dor q ela me rasia com sua presença!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Insonia!!!(pensamentos estranhos)

 Posso ser mil pessoas...
 Ultimamente minha insonia está forte,dormir só quando o corpo implora e mesmo assim reluto,os sonhos são bons demais e temo não querer mais acordar.
 Por fim chega ao tema desta postagem amiguinhos.
 Nos últimos dias meu humor e mesmo minha personalidade tem me surpreendido,ainda não se se de modo positivo ou negativo e isso tbm pouco importa de fato!

 Há dias em q posso ser a pessoa mais triste do mundo e em alguns instantes a maior palhaça da humanidade!
 Chorar por frustrações alheias e rir de uma piada sem graça.
 Arranjar mil motivos para morrer e duas mil para viver.
 Conhecer a pessoa mais maravilhosa do mundo e trata-la mau....e agradar o pior dos egocêntricos.
 Querer ver o mundo ou apenas me isolar dele.

 Pensar q tudo tem solução e pensar q o mundo realmente deveria acabar.
 Correr para pagar o ônibus...ou simplesmente....há....foda-se...pego o próximo.
 Comer chocolate desejando comer limão!

 Posso ser uma atriz,amiga,sã,doida,brigona,compreensiva ,esquentada,simpática,sorrir e ser cara fechada para estranhos.

 Não assustem meus amigos o diálogo aqui sempre é insensato...hahaahaha
 Mas sensato!

 Quer ler outro blog mais interessante?
 Vai em frente....
 Mas se não voltar mais ficarei chateada...rss

Se sinto dor finjo estar tudo bem....se finjo estar com dor é pq realmente quero fugir...rs
Assim é a vida cheia de mudanças.
Mas por favor querido sono,retorne pq a insanidade está dominando esta pobre mente!rs

Queria os beijos de Morpheu ,e com eles adormecer e ter os sonhos mais belos e realistas do mundo!!!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Surpresa!

Quando era pequena minha mãe e meu pai sempre me faziam surpresas ,não eram surpresas caras,pois nunca fomos ricos ,mas eram pequeno brinquedos ou mesmo um tablete pequeno de chocolate ,esses surpresas não aconteciam todos os dias verdade,mas quando ocorriam me traziam um êxtase incrível.
 Sempre gostei desse sentimento,hj em dia é raro esse ocorrer,acho q nunca mais o senti para ser sincera,no mundo " normal " surpresas não acontecem,elas não o sabem fazer,não gostam,acham desnecessárias.

 Eu adoro surpreender as pessoas seja com pequenos presentes ou mesmo atitudes,sempre tive isso ,sempre achei necessário vc agradar quem ama,e q com isso acho q fica meio explicito a frase popular "ações valem mais q palavras".

 Mas nunca mais depois q meu pai morreu tive surpresas....como eu disse acima as pessoas não sabem surpreender direito...e ele era bom nisso.

Não q eu queira presentes todos os dias...não é...não quero....mas sabe...de vez em quando ter um abraço inesperado...um cartão feito com carinho é muito bem vindo.

A vida com surpresas (surpresas boas) é a melhor!!!


sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Não tenho tempo....não tenho tempo....não tenho tempo....

 Olá caros leitores e amigos.
 Como podem notar não tenho postado á algum tempo,não tenho tempo como o próprio titulo dessa postagem diz.
 As coisas andam enroladas e não parecem ter um fim próximo,contas....contas...contas...dívidas....dívidas...dívidas...sem tempo nem pra respirar e viver.
 E quando arranjo tal oportunidade essa é atrapalhada por mais problemas e uma gripe horrenda.

 O tempo atualmente é artigo de luxo ,quase nem conheço ninguém q o tenha é complicado pq nem as pessoas q gosto de ter perto estou conseguindo essa é a grande dificuldade dos tempos contêmporaneos.
 Ver um filme,ir a um parque,comer um sanduíche olhando os passarinhos na janela ou mesmo dormir vem intrincado de uma série de complicações.
 Até o famoso Coelho da Alice no Pais das Maravilhas parece lento em tamanha confusão dos nossos tempos....do meu tempo...ou falta dele.

 Queria ser  um pássaro e sair sem rumo mas isso não acontece nem nos meus sonhos mais rômanticos,os meus sonhos atuais só são "felizes" quando vejo uma suposta solução para meus problemas.

 Ò vida ...ó azar!!!!!
 Como diria o desenho lá q nem me lembro mais o nome...hahahhaa

domingo, 26 de setembro de 2010

Quebra-Cabeça

O mundo em que vivemos é uma sequência de encaixes...todos temos uma função,humanos ou não.
 Neste momento não sei onde me encaixo.
Acho q todos em determinado momento de sua existência tem esse tipo de pensamento,(Penso logo existo.....será?),onde nd parece se adaptar ou mesmo vc não ser adáptavel.

Nós seres humanos somos peças imperfeitas ,mas q sempre acham em algum momento um "tabuleiro" onde estas imperfeições são aceitas mesmo com suas farpas de papelão mau cortadas.
Procuro incessantemente meu tabuleiro,onde deveria me encaixar.
Mas apesar de tê-lo á minha frente ao simples toque de meus dedo recuso-o,rebelo-me contra ele e nem mesmo sei o motivo real disso.
 Tal vez o pensamento de q haja outro,onde eu estaria mais bem "acolhida" cause esse afastamento,ou mesmo o fato de querer ser colocada ao lixo com outras milhares de péçinhas sem serventia.

Sei onde deveria estar mas não aceito!
Será isso algo tão ruim assim,o q faz de mim uma pobre criatura desejar o sofrimento como fonte de inspiração para a busca de um trabalho mais aprimorado.
O destino...o mundo lhe dão uma série de opções e eu como peça imperfeita desejo sempre as opções mais erróneas.

Por a alegria se essa é só um descuido da tristeza.
Tola sim!
Aceitar uma obra prima feita,entregue em minhas mãos ,somente com o desafio de entende-la,aprimora-la e ainda sim desejo outra q me desesperte desespero !

Humanos...jamais entende-los!!!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O passado.

Conheço algumas pessoas q admiram o passado,e saboreiam com todas as suas forças as memórias ,como se elas fossem um manjar dos Deuses.
 Não sei pq não gosto de pensar no passado,minha infância foi tão simples e sem graça q quase nem me lembro,e tbm  nem faço gosto de lembrar .
 Algumas tragédias ficaram óbviamente na minha lembrança ,mas isso pq são de certa forma recentes.
 E mesmo assim espero um dia não precisar mais delas.

Acho um pouco chato remoer o passado ,parece coisa daqueles idosos q ficam sentados em frente a janela em uma cadeira de balanço odiando o presente e abominando o futuro (pois teme não o viver) e vivem até seus últimos dias em medíocre saudosismo.

 Gosto de pensar sempre no futuro,sempre acho q podem as coisas se modificarem e irei as presenciar com gosto mesmo q sejam mudanças ruins,(mas isso é tão relativo!!)mas sempre espero o melhor.
 As únicas coisas q me assustam no futuro são:
 Perder mais pessoas q amo;
 Envelhecer;
 E o mundo acabar enquanto eu ainda estiver nele.

Fora isso sempre quero mais tecnologia...mas momentos prazerosos com quem gosto...evoluir cada dia mais,sem olhar para trás ,acho q terei bastante tempo quando estiver num asilo para o fazer....rs

A vida não tem amarras...a vida não quer q vc se prenda ao passado ...a vida quer constante movimento independente do tipo de movimentação!



sábado, 28 de agosto de 2010

Momentos... CILADA...

Colocando um pouco de humor inteligente nesse Blog vim hj falar dos momentinhos Cilada q temos em nossas vidas.
 Para quem não sabe na tv á cabo tem um programa estrelado por Bruno Mazzeo ,(sim aquele carinha da operadora de telefones q tanto dá nas propagandas) q é um humorista super talentoso e faz um Sitcom no canal MultiShow(42) chamado "Cilada" .
O programa retrata pequenas ciladas cotidianas pelo qual o personagem de Bruno Mazzeo passa e acho q muita gente já passou coisas semelhantes mas nunca notaram o quanto engraçado poderiam elas ser.
  Desde uma pelada de fim de semana á procurar uma namorada.
  De ir em uma festa á ir em um barzinho.
 Em fim coisas simples q podem ser uma grande cilada.

 Assistam e se deliciem com essa divertida série caros amigos!
 Com certeza algum dos epsódeos vai parecer com a vida real....eu já achei vários semelhantes com a minha ,porém com mais humor !!rs

 Uma coisa q esqueci de dizer é q o programa vai ou foi ao ar na Globo,mas confesso  q não achei muito legal pois teve diversas modificações do programa original e perdeu um pouco a graça....como sempre a Globo estragando bons programas é uma lástima!

 http://thepiratebay.org/torrent/4012146/Cilada_-_Multishow_%5BMegaSeedersJP%5D


Posto hj tbm um vidosinho da entrada do programa.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Tempo....tempo...tempo....

 Hj comecei o dia bem devagar,quase parando,fim de mês é sempre assim os dias demoram a passar e se tornam meio chatinhos,para animar comecei a baixar mais algumas músiquinhas,mas até isso está devagar ,minha Internet é lenta o q me deixa angustiada já q gosto de tudo á jato.
 Acho q me preocupo d+ com o tempo,para mim ele é precioso e por isso fico ansiosa quando as coisas demoram mais do q a minha pâciencia pode aguentar.
 Tal vez por isso adore a idéia de existir um ser "imortal" como na ficção ,já pensou não precisar mais se preocupar com o tempo?
 Como seria bom ter anos e décadas á sua disposição onde as coisas ao seu redor mudam sem lhe pedir licença e vc não precisa se preocupar com isso pq sabe q tudo é passageiro e se vc não gosto do modo como são as coisas tbm sabe q elas logo se modificaram.

 Segunda feira agora (dia 30 de Agosto) vai fazer dois anos q meu pai se foi,é engraçado como o tempo passou rápidamente ,parece q foi ontem q ele estava aqui,q discutíamos por bobagem e eu de modo tolo tentava modificar suas ideias,faze-lo pensar no futuro sempre foi muito díficiu .
 As vezes por o tempo ter passado tão depressa sinto q nunca o tive ao meu lado,acho q é bobagem sentimentalóide da minha parte pois o tive por 23 anos ,mas não creio q tenha sido suficiente,ficaram muitas incógnitas depois q ele partiu,coisas q um dia quero saber se realmente ocorreram ou saber um pouco sobre ele.
 Sempre o vi como um "pai meio Hippie",meio doido,meio chato,meio pai,meio inimigo e meio amigo...rs
 Sempre o "meio" Izac...rs
 Não escrevo hj com tristeza apesar de muitas vezes pensar nele com tristeza mas com o pesar de o tempo ter passado muito depressa e me admirar com isso.
 Sei q ele deixou muitos amigos e notei isso pela contidade de pessoas em seu velório ,lógicamente o sorriso escancarado e o jeito de "fingir" q tudo estava bem sempre, (tal vez estivesse mesmo...) fazia com q as pessoas se apaixonassem incondicionalmente.
Até mesmo no trabalho q ele se empenhava ao máximo apesar de seus defeitinhos ,era conheçido como um exemplar profissional nas rádios de nossa cidade e o q mais lhe deu desgosto foi ter saído da empresa em q trabalhou durante 35 anos e amou até seus últimos dias (mesmo não admitindo...rs).

 Não sei se herdei isso dele,acho q sou um pouco menos entregue a tudo.Sempre procuro conhecer as coisas e pessoas antes de me entregar completamente ,(seja na amizade ,paixão ou admiração).
 Mas acho q herdei o fato de me empenhar como ele em tudo em q trabalho ou ao q crio e tbm o fato de ser "meio maluca"...rs

Hj deixo meu Blog mais Izac(nome do meu pai) ,postando uma música q meu pai sempre escutava inclusive quando eu era bem pequena( o q me causava medo pelo clip...rsss),e uma foto dele.
Minha singela homenagem.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Técnologia.

Ontem vendo um filme q amo e tendo como base de beleza o estilo e modo de agir e se comportar do séc.18 e 19  por exemplo,( não aplicáveis na minha vida ainda )cheguei a uma conclusão.
 A tecnologia q tanto amamos do séc.20 e 21 nos atrapalha em alguns sectores.
 Por exemplo antigamente um bom artista ,(e digo isso abrangendo todas as áreas da arte desde á música á pintura) foram muito afetadas.
Alhas nossa educação foi afetada tbm.
 Antigamente um bom artista tinha de ter anos de estudo...
 Bons pianistas estudavam desde sua infância e criavam um amor incondicional pela música erudita de um modo geral ,músicos sabiam ler partituras isso era fundamental,se vc não sabia o q era uma partitura vc não era em definitivo um músico.
 E hj em dia é triste dizer q muitos dos "artistas falsários" q temos nem sabem o q quer dizer partituras.

 Artistas tinham de retratar o cotidiano de suas lindas e sujas cidades com precisão e seus nobres sem olhar crítico,porém tinham de se dedicar,passar horas á praticar seu dom para ser reconhecidos e mesmo assim muitos como Vincent van Gogh não conseguiram q suas obras fossem reconhecidas em vida.
 E hj até um imbecil pode pintar um rato de roxo e ser arte,isso é triste e mesmo eu como desenhista me sinto uma falsária por não conseguir desenvolver minha arte como eles o "Verdadeiros Artistas" o faziam com maestria.

  Os mestres (professores) eram rígidos e quem conseguisse "sobreviver" ás matérias aplicadas por anos de suas vidas e chegassem á faculdade eram intelectuais de auto nível.Com pensamentos próprios e seus anos de estudos eram usados com maestria em vários setores da sociedade .
 Até o inicio do séc.20 ,tivemos um pouco desse empenho na nossa sociedade e se somos democráticos e temos as músicas q tanto apreciamos devemos muito á esses "ancestrais".

 Por fim minha admiração pelo "mundo antigo" vai mais longe,gosto muito da moda q dominava o mundo de continente á continente do séc.17 ao inicio do séc.20.
 Pq essa minha admiração?
 Simples,pq tudo o q vestimos hj em dia são apenas cópias,não tem mais o q inventar,e mesmo a nudez chegou num nível de tamanha banalidade q nem novidade é.

 Pretendo em breve obter objetos de épocas antigas como as q sitei acima,desde vestimentas á máquinas de escrever e objetos de decoração,a beleza desses antigos objetos me remetem a coisas q gostaria de ter vivido.
O romance não era banalizado,eram épocas onde podia-se morrer de desgosto ou amor,aonde a dor tinha sua beleza,hj em dia se vc se sente triste vc está deprimido e não pode ter esse direito mais,te empurram para um analista e te dão alguns remédios para vc ficar "alegre artificialmente".

 Valorizo nossa tecnologia,não vivo sem ela...quando acontece alguma fatalidade de não conseguir abrir meu e-mail quase entro em "abstinência"...rs
Mas tbm noto q ela atrapalha muito essas antigas artes e ajuda a divulgar bobagemns gratuitas.
 Por exemplo se vc faz uma músiquinha só com arrotos vc consegue q o mundo todo o veja em instantes e pode até ter "teus 15 minutos de fama".

 È cruel pensar q nossas capacidades são atrapalhadas por coisas q deveriam nos ajudar a desenvolver nosso pensamento e criatividade.



Hj posto uma música da banda "She Wants Revege" q é simplesmente maravilhosa!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Desaniversário.

Como alguns de meus amigos q aqui entram vez ou outra devem saber e se não sabem saberiam agora nessa semana infelizmente foi meu aniversário...rs
 Calma não q isso seja ruim no todo...mas é chato pq é mais um ano de vida na minha listinha ,mais tempo perdido essas coisas q envolvem a vaidade.
 Então como as coisas em casa ainda não estão boas e digo no financeiro decidi junto com minha mãe,q não faríamos comemorações (exceto por um bolo de chocolate caseiro delicioso q ela me fez),mas q sim comemoraríamos nosso "desaniversário" mês q vem.
 Mas recebi uma boa noticia em "meu dia" graças á minha prima Gisele consegui um trabalho q se não é o q eu procurava é muito melhor!
O q fez q meus dias não tão bons serem ótimos,finalmente o fim de uma procura maluca q fiz durante 2 meses intermináveis.

Posto hj meu agradecimento pelos parabéns vindas dos meus amigos queridos e os q ainda estou á conhecer.
 E tbm um obrigadinha especial ao meu amante Otto ,por aguentar umas barrinhas comigo,além de meu temperamento explosivo e inconstante...rsss(o q poucos conheçam...rs)

sábado, 14 de agosto de 2010

Poeminhas de pé quebrado....


Hj o dia foi mais umas vez angustiante...aproveitei-o e curti,com meu silêncio.
Dei banho nos meus gatos q agora dormem tranquilos,(depois de eu os seca-los com sacador,coitados),arrumei algumas gavetas em fim ,botei ordem na desordem externa.
  Então olhando meu diário achei uns poeminhas q escrevi á alguns dias.
 Poeminhas de pé quebrado....se são bons ou não,não ligo.

 Adormecido.


A dor fria e cá lida

Desejei jamais ter desejado sua partida

Desejo agora não tê-lo deixado ir
Aonde os dias são tristes e frios

E as noites escuras e escuras e cheias de amor
Desejo jamais ter lhe deixado adormecer sem meu beijo
Meu último beijo
Ò dor humana
Lágrima outrora quentes e legitimas
Nunca imaginária eu !
Vã tola mortal!
Q mesmo em nossas discórdias era tão feliz!


Silêncio.

No silencio da noite
No sono infantil
Somos mudos
Sem voz
Inocentes em nossos inconscientes
Entorpecidos e esquecidos
Onde estão aquelas q devem nos zelar?
Perdidos em silêncio como nós!
Em contentamento eterno .


Criança

A criança q hj chora
Será amanhã o adulto q dentro de si guarda a mágoa
Não mais verterá lágrimas

E o pensamento perdido e distante agoniza
Aonde a luz não chega ,mas jamais escuro totalmente será
Que venha o tormento!
Que venha o calor!
A criança lá dentro do peito jamais só estará
E o adulto?
Acompanhado pelas lembranças estará!



Inverno.

As flores mais belas perdem suas pétalas.
As árvores mais velhas se deixam levar
Somos nada mais do que marionetas desta estação.
Rostos pálidos ,bocas rachadas!
Deixado q os ventos nos levem para terras mais quentes.
Doce ilusão!

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Mulher...

Há dias tenho pensado em nós...mulheres.
Conheço mulheres q dizem q gostariam de terem nascido homem e vejo homens tentando parecerem mulher ou mesmo se transformando completamente para tal.
Desculpem-me os homens,mas eu jamais ,nunquinha gostaria de nascer homem,gosto de homens é óbvio.E meu texto definitivamente não é me assumir como lésbica,pelo menos não o pretendo...hahahaha
 Apenas posto aqui minha admiração por nossa condição feminina tão desprezada em outros tempos e as vezes em nossa cultura até hj.
  Nascemos de mulheres,somos educados por mulheres e essas mulheres nos dão base como seres humanos de um modo geral.
 A primeira mulher de nossa vida,o primeiro rosto ao vermos quando nascemos é óbvio,nossa mãe.
 Quem nos ensina os básico de nossa condição humana,tbm óbvio são nossas mães.
 Geralmente em nossas escolas quem nos ensina são mulheres .
 Por fim quando crescemos homens observam mulheres por interesse sexual e nós mulheres observamos umas ás outras a fim de sermos sempre visualmente umas melhores q as outras.
 Certa vez em uma conversa entre minha mãe (meu exemplo em várias setores de minha vida) e eu disse-lhe q não gostaria de nascer homem seja em q época fosse ,e certamente se o fosse iria ser um homem feminino ou mesmo faria a troca de sexo tão mais popular hj em dia.
 Ainda assim vemos em nossa sociedade heranças de machismo até mesmo em pequenas coisas,sendo nós desprezadas pelas antigas gerações.
 Exemplo:No dicionário Melhoramentos a definição para a palavra Deus é:
Sm O ser supremo;Criador,divindade
pl;Deuses
Quanto há palavra Deusa é descrito tendenciosamente assim:
Deusa sf 1 Divindade femina do ploteísmo.2 Fig.Mulher formosa.
Notam a diferença???

No séc.16 diziam de modo farto q as mulheres eram obra do diabo quanto os homens obra de Deus.
Agora pergunta:Quem dá a luz á quem mesmo heim??
E até hj casais acham q ao terem filhas mulheres é um grande problema,eu mesma quando ainda estava na barriga de minha mãe fui base para tal comentário da parte de alguns infames parentes.
E posso contar-lhes ainda casos q eu mesma presenciei .

Agora curiosidades:
Mulheres vestem-se para mulheres.
Homens querem mulheres.
Gays masculinos tem como admiração mulheres.
Lésbicas amam mulheres.

Quer mais q isso???rs
E eu ainda poderia ser mais Freudiana nesses dados acima,mas seria me prolongar em demasia.

Pessoalmente não vejo graça em ser homem,as vestimentas são as mais básicas possiveis,em geral vejo um certo desleixo em relação a "eles" exceto os novos metro sexuais os quais fico feliz em vê-los em ação apesar de ainda raros.
O corpo masculino em geral não tem formas e muito menos um modo caracteristico de movimentar-se.
Enquanto nós mulheres temos corpos em geral arredondados,curvas rostos finos e isso sem falar nas inúmeras vestimentas de todos os tipos de culturas urbanas e não urbanas e tbm o modo de andar,movimentar-se e mesmo dar sinais de interesse sentimental ou sexual.
Românticas,extremas,sexy's,compenetradas,multi-atarefadas,neuróticas e etc...
Somos tudo e nd.
Água e azeite em uma mesma taça e em uma mesma medida misturadas!
Palavras doces e ríspidas!
Tudo isso e muito mais !!
Amo ser o q sou,amo ser mulher!

sábado, 17 de julho de 2010

Crianças e suas mentes cúriosas.

 Hj meu irmão Gabriel de apenas 7 anos de idade me surpreendeu com uma pergunta no mínimo curiosa.
Ele é assim mesmo,quando vc menos espera vem com alguma pergunta inquietante,as vezes chega a ser bem irritante,principalmente quando estou sem cabeça para explicar as coisas de modo correto,(pois essa história de se deve dar sempre explicações "manhosas" ás crianças é papo furado!!).
 Mas a pergunta dele me fez refletir.
 E tomada por uma súbita tristeza passei a pensar um pouco mais sobre o assunto,afim de me desveciliar de tal sentimento.
 Vamos aos fatos...
 Após procurar durante um longo tempo em nossa estante de livros infantis e infanto-juvenis na sala de casa(deixamos esses livros bem á mão para q ele e minha irmã  Bárbara possam procurar o que quiserem sempre,o resultado disso é uma grande bagunça ,mas não ligamos muito pra isso),Gabriel veio com a pergunta:
-Mãe onde está o livro que conta como e onde nosso mundo foi criado.
 De imediato eu e ela começamos a rir,e logo em seguida dissemos há ele q não tínhamos esse tal "livro" e q ele nem mesmo existe,afinal não sabemos ainda de q modo nosso mundo foi criado,há não ser através de teorias,q como a própria palavra sugere pode ou não ter ocorrido sem o conhecimento dos fatos exatos.
 Parei para pensar depois q ele foi dormir,e realmente a pergunta não poderia ser respondida assim,há não ser q eu ou minha mãe fossemos físicas .
 Mas então passei esse pensamento de pura física ,para puro sentimentalismo q é de fato a "área que entendo",ou tento entender.
 Vejo q todos nós como seres únicos apesar de semelhantes procuramos respostas e criamos explicações para coisas q jamais (ou pelo menos não tão cedo) teremos resposta,mas todos nós criamos mundos,além do qual vivemos,q precisa de ajuda urgente para continuar "vivo",ou mesmo q necessite de um equilíbrio.
 Todos quanto seres pensantes criamos mundo paralelos,e assim como o mundo q nos abriga não sabemos como ou onde começou.
 Temos o mundo familiar(apesar de acreditar q a instituição familiar com pai,mãe ,filhos comportados e cachorro q deita e rola quando vc manda não existe há séculos e sim ela é falida)...temos o mundo particular com segredos e coisas q passam por nossas cabeças constantemente...existe o mundo do trabalho e faturamento ,dar e receber...em fim...
 Sabemos pq esses mundo tem de existir e co-existir mas jamais sabemos como começaram.
 O q me leva ao principal...somos teorias ambulantes...temos de "teorizar" tudo a nossa volta,pois precisamos de respostas 24hrs por dia,sendo q a medida q essas respostas são dadas milhões tal vez triliões de outras perguntas surgem.
 Será q tamanha racionalidade faz mesmo do ser humano um animal diferente dos demais??
 Só pq nos expressamos de maneiras diferentes dos outros seres q existentem na terra,somos especiais?
 As vezes tenho minhas dúvidas!
  Por fim escrevo a resposta final q dei á Gabriel quanto ao livro de onde e como o mundo foi feito:
  -Não sei onde tem esse livro...acho q muitos cientistas o gostariam de ter...

 E com certeza se tivessem esse livro em mãos ,eles (os ciêntitas...) não iriam acreditar em uma só palavra lá escrita...

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Silêncio

Quando estamos em meio a confusões de barulhos.
E meio a multidões.
Poluição sonora tão codiana em nosso dia-á-dia,pedimos e procuramos um lugar q seja o mais silêncioso possivel.
 Mas o q poucos sabem é q o silêncio tbm tem seu barulho,por muitas vezes insudecedor tanto quando a poluição sonora q nos cerca nos nossos dias de vida.
 Por fim vem apergunta
 Pq o silêncio poderia ser mais caótico q os barulhos auditivos?
 Muito simples meus caros amigos e leitores alheios.
 Quanto o silêncio toma nossas mentes e quando nos vemos aliviados por isso o q ocorre em seguida são turbilhões de pensamentos nem sempre são agardáveis.
 Contas,problemas pessoais,responsábilidades em fim...
 Nesses momentos o pensamento de voltar ao lugar mais "barulhento" possivel é a saida ,evitar as preocupações o silêncio em sí.
 
Mas arranjei uma meneira para extreminar com esse "terror".
Pensar e pensar muito nos problemas,procurar soluções rápidas mas nem sempre simples,pensar muito nessas coisas.
E por fim após se liberar de tanto pensamentos arranjando auternativas o q vc acaba por encontrar é o silêncio em absoluto,a melhor forma de relaxamento possivel.
 Mas cuidado meus amigos e leitores alheios,a mente vazia como dizem "é a oficina do diado",e para algums pode pregar peças.
Nesse caso em absoluto volte aos pensamentos cotidianos,pq vc meu caro amigo ou leito alheio é um perigo com a mente vazia...rs
 Agora lhes escrevo um pequeno conto de autoria própria.

O vazio.

Andando plenamente por campos e pequenas cidades onde o barulho é um encomodo Marie estava só.
Como uma boa nomade ansiava por isso.
Viera de lugares onde o barulho era parte dela  desde q nescera em um hospital com gritos e até mesmo música.
 Seus pensamentos eram absorvidos por barulho de carro,vendedores ensandecidos,músicas altas em geral horrendas e conversas alheias.
Ate certo periodo de sua vida isso não a encomodava,lhe dava até certo prazer,entrar em um ônibus e escutar a vida dos outros.
Mas com o passar dos anos tornou-se tolo e irritante.
Por fim Marie decide sair daquele mundo fugindo á lugares remotos,onde pouca coisa mudará desde os antigos tempos.
Mas nenhum lugar era bom o suficiente.
Todos tinham técnologia e por mais longincuos q fossem com a técnologia vinha o barulho.

Depoi de um tempo em sua procura insessante Marie nossa nobre personagem machou seu lugar.
O lugar de descanço q tanto ansiava.
O barulho era quase proibido.
As pessoas do lugar odiavam tudo q desse o menor som.
As pessoas eram apáticas e com o semblante sempre peocupado,falavam consigo mesmas em voz pouco audivel aos demais.
E assim a vida seguia...em silêncio absoluto.
Marie amou essa simplicidade...e perguntava a sí mema o pq dessas pessoas com caras preocupadas.
Após um longo ano Marie continuava naquele lugar.
Mas agora ela própria ao ver-se no espelho estava apática e com uma expressão angustiada,podia morrer a qualquer momento,a respiração causava algum ruido e isso a deixa inquieta.
Então Marie decidiu não mais respirar...afinal o barulho do ar entrando em seus pulmões era demasiado grande e irritante aos seus ouvidos sensiveis.
 E Marie deixou de respirar.

Mas o q é um ser sem o ar?
Massa sólida e sem vida!
Sim Marie se tornou massa sólida e sem vida...e o silêncio...para ela...agora era eterno.
A eternidade em silêncio...e em breve sem massa alguma ...

sábado, 26 de junho de 2010

Amigos descartáveis.

Ontem andei pensando em quantas pessoas passaram em minha vida,fiz meio q uma lista mental da contida de de pessoas q conheci ao longo de 10 anos e se ainda tinha sobrado alguém.
 Notei q o q mais tive foram os "amigos descartáveis",é aquele tipo de amigo q vc tem por um período de tempo na vida q depois de alguma forma ou de outra somem da sua vida como se elas nunca estivessem ali,como se tudo fosse apenas imaginário.
 Tbm notei q tive tantos amores platónicos q não posso contar nos dedos,o q foi bem engraçado ao chegar nessa conclusão absurda.
Amigos e amores descartáveis...será?
 Mas vou começar do começo...
 A quase 10 anos atrás ganhei ganhei meu primeiro computador,o q foi a abertura de um novo mundo pra mim na época,em 2000 a Internet não era como é hj,uma imensa rede de contatos 24hrs por dia e para todos os gostos.
 O Youtub não era popular,o google muito menos,o msn ninguém usava acho q nem existia e a Internet era discada e lenta.
O ICQ era a ferramenta para a comunicação(teve outros antes,mas não usava muito),vc conhecia pessoas pelo chat da UOl e do BOL ,o qual eu era fã incondicional ,ainda hj visito ele explorádicamente,mas não é mais a mesma coisa.
 Nos primeiros anos me viciei totalmente em RPG ,jogava todos os dias durante a madrugada toda ,conhecia algumas pessoas e no fim tudo acabava no ICQ...hahaahaha
 Conheci meu primeiro "namorado virtual" assim...o q foi bem engraçado,pois sem contato físico nenhum era apenas palavras soltas na tela ,mas com muitos sentimentos,logo isso não durou e tive a minha primeira decepção amorosa platónica.
 E depois veio outros,nunca conhecendo-os pessoalmente!!
 Conheci tbm muita gente,muito amigos,nessa época eu estudava no Centro de Porto Alegre e comentava com a única "amiga" q tinha sem ser da Internet ,sobre coisas e pessoas q via na rede,ela não dava bola,achava computador coisa de doido...(o mais irónico disso é q hj em dia o pouco q sei dela é q ela agora anda mais no Orkut do q eu...rss).
 Depois de um tempo conheci uma menina muitoooo especial,com quem conversei durante 5 anos ,a qual conheci pessoalmente pois ela veio me visitar aqui na cidade,achei q essa seria uma amizade pra vida toda,éramos iguais ,completávamos as frases uma da outra escutávamos as mesmas músicas e eu como boa conselheira q sou dava meus conselhos em relação a tudo e qualquer coisa .
 Infelizmente meu engano não podia ser maior,logo depois q ela veio me visitar ela sumiu da Internet por motivos pessoais e acabamos nos "perdendo"...fazer o q...o mundo é grande...há desencontros...
 Depois dela conheci Otto com quem namoro desde de então...e adivinhem ...da Internet...e ainda não nos desconectamos...rss
 E depois desses primeiros contatos com pessoas q estavam atrás da telinha do computador e se tornaram seres reais vieram outros...vários...
 Mas uma pessoa em especial continua apenas letrinhas em uma tela.
 Um amigo...quase 10 anos de amizade.
 E por isso meus pensamentos sobre amizades descartáveis,ontem ao lhe falar no msn notei q o peso dos anos acho q caíram sobre os ombros desse amigo,tal vez algo tenha acontecido e as coisas mudaram,mas eu fui a última a saber!
 Nossa conversa q em outros tempos duravam quase 24hrs ,desta vez durou apenas 30 minutos e muito pausada entre assuntos triviais.Sem mais devaneios,anseios,teorias ou mesmo problemas a serem solucionados.
Naquele momento me senti solitária,orfãn...perdida...meu coração se encheu de tristeza...o q aconteceu?
 Será q essa seria mais uma amizade descartável e me enganei em pensar q fosse algo q levaria para a vida toda?

 Notei então q as coisas e as pessoas mudam como o tempo lá fora.
 Um dia faz sol,outro chuva e outros dias são cheios de ventos q levam o q estiver no caminho.
 Somos assim...dias ensolaradas...dias chuvosos ou com ventos fortes onde nós tiramos do caminho o q não nos é mais útil.
Como já tirei pessoas de minha vida,tal vez essa tenha sido a minha vez de ser retirada da vida de uma pessoa por ela mesma.

Meu desejo mais do q nunca é não ter mais amigos descartáveis mas sim pessoas duradouras com quem posso contar e elas contar comigo,mesmo meus antigos amigos ,mesmo descartáveis sempre lutei ao lado deles de alguma forma,sempre me entrego as pessoas de corpo ,alma e imperfeições pois todos as temos em contidades imensas,nem sempre aplicadas em doses homeopáticas.

sábado, 19 de junho de 2010

Procurar trabalho...dá trabalho!!!

 Essa semana me designei a procurar trabalho,óbviamente as coisas pra mim no finaceiro não andam das melhores,mas o q me dá um certo consolo é q todo mundo está nessa situação.
 Passei a semana toda a procura,entrevistas e muita espera,pareçe realmente q o mundo não quer  trabalhadores de verdade.Mas a vida segue e essa procura tem me trazido muitas experiencias.
 Notei q todos os "empregadores" querem escutar as mesmas coisas em entrevista o q me fez ter um "roteiro" na ponta da lingua sempre,nunca me imaginei numa situação dessas.
Não de procurar trabalho,mas de ser obrigada a decorar respostas,óbviamente empregadores não querem saber quem vc é realmente ,o q se pensar friamente está mais do q correto,vc pode amar um empregado q não tem competencia e odiar um empregado extremamente compente e assim o mundo seria no minimo injusto.
 "Conheci" muitas meninas nessas andanças (literalmente pq faço tudo a pé ,o q tem me rendido um bom emagrecimento finalmente...agente sofre...mas com estilo...o ruim é q esse estilo tem me rendido perda de algumas de minhas roupas preferidas e menos "exóticas"),são o q chamo de amigas de momento,pois estamos todas esperando alguma entrevista e é impossivel não se lamentar umas com as outras nesses minutos de espera ou mesmo se vangloriar,depende da pessoa é claro.
 Minha procura continua ...torçam por mim queridos amigos e leitores alheios!!
 XD

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Do contra...

Hj me decidi finalmente q nenhum estilo atual me satisfaz e o Gótico não prescisa de vestimentas 24hrs por dia pra vc o ser.
Bom pelomenos para mim ser gótica é uma filosofia de vida ,ou vc tem uma admiração ou não tem o resto é resto.
Mas voltando a minha decisão tola...rs
Cada semana vou seguir uma linha de raciocinio de um estilo fora de moda por pura diversão.
Afinal meus pensamentos são únicos e imutáveis.
Começo semana q vem com o New Metal...huahuahuahuah
Na próxima será uma surpreza...
Mas exceto quando não estou procurando trabalho,nesse caso o estilo formal me conduz,fazer o q!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Duas Sophias....sensibilidade e razão!


Hj venho falar de duas Sophias,meio óbvio uma vez q o titulo mdesssa postagem é essa...hehe
Uma dessas Sophias é imaginária vem do livro "O mundo de Sophia" o autor é o norueguês  Jostein  Gaarder,q com sensibilidade criou a encantadora Sophia Amundsen,q é uma garota de apenas 14 anos,q prestes a completar seus 15 anos encontra bilhetes e cartas misteriosas em sua caixa de correio,e nestes bilhetes e cartas passa a mergulhar num mundo fascinante,o mundo da filosofia.
 Sophia então vê-se com alguns mistérios,quem manda essas cartas?
 E quem é Hilde Knag,de quem frequentemente recebe a correspondencia e lhe abre um buraco,um mistério ,afinal Hilde faz aniversário em seu mesmo dia.
Neste livro vê-se sensibilidade e a astucia do autor q explica de maneira simples a filosofia desde seus primórdios.
O livro é grande mais de 600 páginas,mas vale muito apena!!
Se vc conhece e aprecia filosofia é um prato cheio...se vc não conheçe aprenderá de maneira simples e gostosa nessa literatura e se vc não gosta de filosofia depois de ler " O mundo de Sophia" vai passar se não á amar pelo menos entender e gostar!!

A segunda Sophia é real...e muito real!!
 É Sophia Coppola q é directora e filha de Francis Ford Coppola ,tem a capacidade e sagacidade de produzir filmes com delicadeza e ternura por duas personagens.
 Sophia faz q ao espectador ao ver algum de seus filmes entre de cabeça na trama e q sá sinta-se uma de suas personagens em sua maioria ,mulheres com suas excentricidades e tristezas a procura de algo a mais em suas vidas .
Na verdade vê-se muito as angustias destas personagens ,ainda jovens como as angustias cotidianas de qualquer mulher moderna em procura de amor e da carreira.
 O primeiro filme q ví de Sophia foi o cultuadissimo "Virgens Suicidas" q apesar do nome banal (feita pela tradução brasileira) ,é lindíssimo e conta a história de 5 irmãs nos anos 70,q oprimidas por uma mãe controladora e ignoradas por um pai no mínimo problemático ,decidem após semanas enclausuradas em seus quartos se suicidarem,neste filme vc como espectador pensa em salva-las em ajuda-las em como seria ficar na mesma posição destas garotas,assim como quem narra o filme.
 Logicamente esse é apenas 1 dos filmes de Sophia ,escrevo aqui alguns deles e sinto-me priveligiada de ter visto quase todos...hehehe
 Assistam e se deliciem!!

Marie Antoinette (2006; br: Maria Antonieta)


Lost in Translation (2003; pt: O Amor é um Lugar Estranho / br: Encontros e Desencontros)

The Virgin Suicides (1999; As Virgens Suicidas)

Lick the Star (1998, curta-metragem)

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Seres alienados...e mídia mediocre...

 "O pensamento é a forma mais concreta de inteligencia humana".(autor desconhecido)


 Ontem vendo uma das porcaria televisivas como o habitual,notei como as informações q nos chegam são falhas e inconclusivas,somos vitimas quase q inocentes de uma mídia q manipula e destrói a "auto-confiança" do povo.
 O simples fato de comemorar uma copa do mundo é ridicularizar os problemas q temos a nossa volta.Após um caminho longo e cansativo de uma caminhada com o único objectivo de obter algum dinheiro,escutei um homem no auge de sua beberragem gritar de dentro de um desses butecos sem era nem beira aqui na Zona Sul de Porto Alegre as seguintes atrocidades:"Oba é copa do mundo...vamos vencer essa!!"
 E aqui vai a pergunta e se a merda da seleção não vencer?
Alguém nesse pais vai morrer nesse pais??
E pior e se vencer?
O q ganhos com isso??
A economia vai melhorar??A mortalidade infantil vai diminuir?
O SUS vai ser um exemplo em medicina na América Latina?
Pq em vez de gastarmos em Copa do Mundo e em Olímpiadas,não gastamos com educação?
Pq não usamos os biliões q serão investidos na reforma de estádios no país ,para melhorarmos a saúde e tirar a criminalidade das nossas ruas??
 E a pergunta mais inquietante q faço é.
Pq o povo ...nós...brasileiros e brasileiras não fazemos nd a respeito...cade os protestos por uma saúde melhor??
Onde estão os gritos empolgados por uma educação melhor??
Pq simplesmente não paramos de olhar as celulite da mulher melancia,ou mulher abacaxi ou qualquer coisa rídicula do gênero e não cuidamos do q é possível fazer para  melhorar a nossa vida agora!
Não daqui a 20 anos,mas agora enquanto ainda temos solução!!

sábado, 22 de maio de 2010

As diferentes pessoas.

Essa semana passei distante da Internet...problemas e mais problemas me surgem a cada dia. Tento ter pensamentos positivos mas nos últimos dias anda bem dificiu,além de o mês e os dias se arrastarem a tristeza me vem constantemente,noto q quando não tenho nem 2 reais na carteira ,nem q seja pra comprar uma bala as reflexãos sobre minha vida se tornam aciduas e de verdade me bate a consiencia q estou errada em vários sectores. Por fim ontem fiquei um pouco mais feliz quando recebi a ligação de Rapha,infelizmente meu estado de espírito não permitiu q eu conseguisse me animar ainda mais e sair como ele me propôs,mas a minha felicidade foi saber q esse amigo tão querido se importa comigo,e lógico eu me importo com ele,apesar de eu não ser presente como gostaria. Tenho poucos amigos...amigos de verdade...q eu adore de verdade e q se houvesse uma guerra lutaria ao lado deles. Mas acho q eu não poderia ter melhores! O destino me trouxe poucas e verdadeiras pedras preciosas,mas tbm me trouxe amarguras momentâneas e essas andam difíceis de superar,apesar de felizmente elas teram fim em breve. Mas enquanto aguardo com ansiosidade o fim desses tempos difíceis vivo dia após dia em angustia.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Agente aprende a sofrer.

Os dias passam...as semanas passam...os meses passam...os anos...
As vezes a espera é q esse tempo passe ,na esperança de q os sofrimentos q tivemos no passado ou mesmo no presente vão diminuir.
Q as angustias vão sumir.
Quando se é criança,esperamos ansiosos por sermos adolescentes e a espera é justificada por indepencia e confiança q nossos pais nos darão.
 E quando a adolecencia chega essa ansiosidade some e a angustia toma conta,sente-se dores inimagináveis e pior nem se sabe de onde elas vem.
 Então se passa a desejar q nos tornemos adultos logo,pq assim teremos nossas próprias vidas,empregos e o poder de decidir o q é bom ou não para nós,acredita-se q essa será nossa melhor época de vida.
 E essa nova fase vem...e vem com tudo...atropela todos...nos deixa mais velhos...com medo de rugas...com medo de não haver dinheiro para o fim do mês e a luta continua...as dores aumentam...e as ansiedades triplicam e passamos a desejar a nossa terceira idade...afinal o trabalho de uma vida toda será recompensado...e apesar de não ter o ar da juventude se tem novamente liberdade.
 E quando chegamos na terceira idade...ae sim agente começa a se divertir...mas o tempo começa a passar rápido demais...rápido...rápido ...rápido...
 E quando a diversão está ficando boa ....ela vem...
 A morte chega e leva com ela todas as angústias,os sonhos,as conquistas e as dores.
E o q sobra é um corpo velho e sem vida.
Mas nesse corpo sem vida muito se passou...muita vida...muita alegria ...
E nesse momento tal vez ...quando estamos prestes a sermos enterrados pensamos:"Por que não aproveitei mais??"

 Moral de história
 Arcadie....
 Aproveite o dia!!!







terça-feira, 11 de maio de 2010

Um conto de dor e amor.

Em uma cidade nem tão pequena e nem tão grande havia um casal.
Ambos eram idênticos...somente não se vestiam iguais por detalhe..
Escutavam as mesmas músicas,liam os mesmos livros,viam os mesmo filmes...
Em geral eram o casal "perfeito",uma vida pela frente...
Casa ,cachorro,futuros filho....tudo...tudo normal...tudo perfeito...
A vida era boa.
Um dia porem ambos quase ao mesmo tempo conheceram pessoas diferentes...diferentes deles próprios...de todas as pessoas q já haviam conhecido antes.
Ele conheceu uma garota misteriosa,sem medo de se arriscar,sem medo da vida e nem da morte.
Ela conheceu um rapaz silencioso,inquieto dentro de si e com medo de sua própria mente.
E o casal q era perfeito apaixonou-se por pessoas imperfeitas...anormais.
Porém continuavam juntos ,afinal era o relacionamento perfeito ,não poderiam terminar com tal relacionamento perfeito...seria como jogar com o azar.
No entanto se tornaram desconhecidos entre si,não eram mais perfeitos...não eram os mesmos...não se reconheciam... e o amor antes intenso se tornou frio ,insosso,sem gosto e cercado de fantasmas .
Fantasmas das pessoas as quais eles realmente amavam.
A dor começou a dominar esses pobres corações ansiosos.
Não podiam ter quem realmente amavam pois eram imperfeitos.
E não podiam se amar entre si pois eram perfeitos demais.
E uma noite tomaram uma dolorosa decisão.
Se não poderiam ter o queriam pq a vida devia continuar?
Pq eles deveriam continuar?
Então a garota em seu quarto a espera de seu amante perfeito tomou remédios para q no dia seguinte ela não mais acordasse ao lado dele.
E o rapaz no banheiro cortou os pulsos com lâmina afiada para q sua amante perfeita não mais o visse sofrer.

Após alguns dias sem aparecerem no trabalho e nem de suas famílias receberem suas noticias a porta da morada "perfeita" foi arrombada e dentro um cenário triste e desolador foi encontrado.
Na cama a doce garota estava como deitará há 2 dias atrás...linda e alva ...lábios gelados e olhos fixos encarando a morte como se esse fora seu amado.
E no banheiro sentado ao chão estava o rapaz,bem trajado ,o sangue empossado ao solo junto a ele e seus olhos tbm aberto encarando com os olhos abertos e um sorriso desolador a morte como se essa fosse a sua amada...a quem tanto esperava!

quinta-feira, 6 de maio de 2010

A mais nova obsessão...

 Nos últimos dias ando com pensamentos profundos sobre tudo e sobre todos...
 Penso nas coisas mais simples do mundo e coloco motivos "poéticos" para a existência delas.
 Entre outras coisas a minha mais nova maluquice é procurar trilha sonora de filmes de que gostei pouco ou muitissimo!!
  Já achei algums e outros tracklists são bem dificeis de se achar na rede o q é contraditório diga-se de passagem,pois encontrei coisas antiguissimas mas nd das trilhas sonoras atuais.
 Ainda bem q conto com o e-mule q de vez em quando acha algo para mim...

Deixo hj  um pensamento estranho q tive esses dias na fila do banco:
 Lágrimas

 As vezes quando uma única lágrima cai pelo rosto seco ,deixa uma trilha molhada q as lágrimas a seguir seguem,como se o "caminho" salgado e molhado pela pele fosse único para não deixar mais rastros ou cicatrizes na face.
 Ao pensar q as lágrimas deixam cicatrizes,invisiveis mas perceptiveis a quem as derrubou pelomenos algumas centenas de vezes na vida,se pudecemos ver,veriamos faces riscadas como a terra depois de passar por ela um ansinho.Como seria então a verdadeira face de todos nós?
Será q algums teriam menos marcas q os outros?
Certamente a minha seria irreconhecivel...tal vez anormal...ou tal vez as pessoas q eu pense q não teriam tais marcas seriam ainda mais "deformadas" q eu.
 As vezes um sorriso ou uma aparente felicidade escondem sim muitos sofrimentos!


Hj posto tbm 3 videos lindos q achei no youtub cheios de poesia e letras marcantes!!










terça-feira, 4 de maio de 2010

Visita

 Nesse fim de semana eu e ums amigos fomos visitar os mortos,o q foi bem agradável diga-se de passagem.
 Há quem pense q como perdi meu pai e tive o "trauma" do funeral e do enterro ,nunca mais eu voltaria a fazer esses passeios,mas infelismente ou felismente ainda gosto bastante,principalmente dos cemitérios mais antigos,pois os afrescos e as lápides são histórias marcadas em pedra de mármore.
Como fomos ao cemitério de São Leopoldo,achei coisas bem interessantes por lá,como uma frase q acabei por fotografar.
 Estava um dia bem bonito e o ar estava leve,nem pareçia q estavamos em um cemitério cercado de dor e sofrimento devido a história de cada pessoa ali enterrada e seus familiares.
 Nossa próxima visita vai ser ao cemitério Espanhol aqui em Porto Alegre mesmo...quero muito ir lá pois é lindo e tem um coreto antigo q almejo fotografar!!



sexta-feira, 30 de abril de 2010

Insonia e filmes para passar o tempo.

 Ontem tive uma crise de insonia,ou melhor hj,pois já eram quase 5 horas da amanhã quando finalmente consegui dormir.
 O bom disso é q geralmente acho na tv aberta ou na á cabo algo de bom para assistir e nessa madrugada tive sorte até!!
 Primeiro achei um filme mudo q datava de 1920,sou uma amante incondicional desse tipo de "velharia" ,adoro o estilo dos atores tendo de improvisar com quase nd e ainda sem poder falar é impressonante a imaginação do ser humano...a tempos atrás quase num mesmo horário vi outro filme da mesma época "Nosferato",era realmente um filme sinistro,pois apesar de várias falhas a expressão dos atores era perfeita,o medo em seus olhos tornavam o filme assustador á sua maneira.
 E por fim na Globo encontrei "Corra Lola Corra" q é um filme de 1998 ,alemão e tem além de um enredo maravilhoso a trilha sonora genial!!
 Devo destacar q esse filme foi uma marco para a época por q além de ter cenas cheias de ação, cortes de câmera q marcaram história no cinema de filmes alternativos e  deixam o espectador apriensivo pelo destino de Lola . Além de tudo a trilha sonora rechada de música eletronica em sua melhor espécie deram a "Corra Lola Corra" mais intensidade!!
 Confesso q os melhores filmes vejo durante a madrugada o q afeta diretamente meu humor no dia seguinte,me dá satisfação ao acordar.
 Minha lista de filmes favoritos é imensa por causa disso vai de "Janela Indiscreta " do mestre do suspense Alfred Hitchcock á "Virgems Suícidas" de Sophia Copola.
 Do trash ao romantismo águado...do dramático á risadas agudas!!

Deixo hj o link para quem não viu ainda baixar esse belissimo filme!!
Assistam e desfrutem!!

 http://rapidshare.com/files/47936605/Run.Lola.Run.1998.DVDRip.XviD.part1.rar